tintapermanente

COISAS DO ARCO-DA-VELHA

Foi nos primórdios do século XIX que os galegos, há longos anos já imigrados por todo o Portugal (com particular incidência no Minho e nas cidades do Porto e Lisboa) que começaram - também eles... - a pagar tributo à Fazenda Nacional.
Em nome do regente D. João, o ministro D. Rodrigo de Sousa Coutinho dirigiu-se ao Intendente Pina Manique, perguntando-lhe o número de imigrados galegos e fazendo-lhe saber que o produto de uma tal contribuição poderia ser aplicada no auxílio das rendas da polícia de que Pina Manique era Chefe Geral.
Aqui está, na íntegra, o ofício de Sousa Coutinho:
‘O Príncipe Regente Nosso Senhor manda remeter a V. S.ª os papéis inclusos de João Baptista Queiroz para que V. S.ª informe, interpondo o seu parecer (...)


ler mais
(clique aqui)

PÉSSANGA

Chamavam-lhe maluca, mas se calhar não era. As penas, as penas é que me fazem doer a cabeça!, a cada passo, gritava ela aos quatro ventos. Ninguém queria saber da miséria que a Laurinda trazia na carne. Quando muito, lastimavam-na sempre que a viam mais despida, pelo entre-meio daquela porção de farrapos que lhe tapavam os ossos. Depois, estava gasta, avelhada, já não encantava. Dantes, ai dantes sim!.. quando andava a servir e ia no Verão à terra, a moçarada não parava no rodopio atrás dela, a pedir-lhe namoro. Mas, nesses tempos, a Laurinda, até parecia nem dar por eles.
Tinha na veneta casar com um rapaz da cidade e viver por lá, numa casa sua, sem precisar de ninguém. E não se tolhia nos projectos (...)


ler mais
(clique aqui)

a minha caixa de antonomásias
canho, apólida, nemetano, retratador, golipão, estupofóbico, nervino, exúbere, vilão, manés, alóctone, testaçudo, curumim, escarolado, querendão, rimador, tartufo, pirrónico, andarilho, filógino, falto, conseguidor, probo, cônscio, adeantado, morigerado, achegado, revel, pegado, lisproso, gosma. E vianês.


                                                                                                                                                                                                                                2006 copyright™ jorgesteves