tintapermanente

COISAS DO ARCO-DA-VELHA

‘Ó Chico!, mas que foleirice é esta, hã?! Julgas que chegas aqui, arreias a giga e é tudo à lágarder, é?!...'
Dito assim, à moda do Porto, exemplifica bem o agir de modo afoito e irresponsável, actuar desabridamente, levar tudo a torto e a direito, e, consequentemente, disparatar em grande medida.
À lágarder, tem origem no nome Henri de Lagardère, herói do romance Le Bossu (O Corcunda) do escritor francês Paul Fével. O livro narra as aventuras do espadachim Lagardère na sua demanda de vingança contra o poderoso Philippe de Gonzaga, assassino do seu amigo Duque de Nevers. (...)


ler mais
(clique aqui)

PÉSSANGA

Há muito tempo que o Daniel não regressava à Várzea Longa. Com as sortes e a tropa, a aldeia ficou pequena para as léguas que queria caminhar. E aquela vida de pastor, sem segredos ou feitiços, sufocava-o e metia-lhe no toutiço a tineta da lonjura. Arriava-o a ideia de que, por ali, tinha deixado coisa boa, família, amigos, as ovelhas, até as lembranças daqueles despertares de cio nas investidas à filha do João da Bouça, pela calada da noite, nos dias a seguir às festas de Santa Bárbara...
A verdade é que na celulose sempre ganhava bem mais do que o pouco para além da côdea, do torresmo ou da pinga, que lhe sobravam do pastoreio. E, dianho!, as ruas da cidade tinham caminhos de luzes, de cores e escolhas que nunca vislumbrara nos trilhos da aldeia ou mesmo nos arredores.
O padre Afonso sempre lhe disse ‘larga as ovelhas, Daniel!, põe-te ao largo, moço...’; qual quê, disse-lhe (...)


ler mais
(clique aqui)

a minha caixa de antonomásias
canho, apólida, nemetano, retratador, golipão, estupofóbico, nervino, exúbere, vilão, manés, alóctone, testaçudo, curumim, escarolado, querendão, rimador, tartufo, pirrónico, andarilho, filógino, falto, conseguidor, probo, cônscio, adeantado, morigerado, achegado, revel, pegado, lisproso, gosma. E vianês.


                                                                                                                                                                                                                                2006 copyright™ jorgesteves